domingo, 4 de agosto de 2013

Você e o seu conceito errôneo sobre "pessoas espiritualizadas"


Por: Marcelo Montebras

"Você viu?... Fulano prega uma vida espiritualizada, mas fuma e bebe..."

Esta frase retrata bem o preconceito que temos em relação ao que consideramos "pessoa espiritualizada". Digo temos porque é comum a todos, eu mesmo tive (e ainda devo ter) algum. 

Nos prendemos ao convencional, ao padronizado e acabamos por achar que apenas isso é o "correto", enquanto que o correto nem existe, é tudo relativo... 

Quando alguém que julgamos ser um "sábio" ou uma "pessoa espiritualizada" comete um erro, caímos de pau nele/nela, criticamos, julgamos... Todos podem errar menos esta pessoa!

Sabedoria é vivencia. Vivencia é experiencia. Experiencia é aprendizado. Aprendizado é erro e na sequencia acerto!  A verdade é que, erramos mais porque precisamos aprender mais! A vida é um eterno aprendizado, é por isso que vivemos errando e vamos errar pra sempre! repetindo: VAMOS ERRAR SEMPRE!

Endeusamos nossos sábios e com isso os aprisionamos num altar, sem lhes dar o direito ao amadurecimento/evolução e isso porque achamos que eles já são perfeitos e na verdade não são (e como diz o capitão nascimento: "jamais serão"). No fundo não queremos exemplos para seguir, mas sim mártires! Queremos alguém que que se sacrifique por nós, tal como Jesus, enquanto nós ficamos tomando uma cervejinha, cobiçando a mulher/homem do próximo (a), roubando uma caneta em uma repartição publica, ficando com a grana que encontramos numa carteira perdida, devolvendo apenas os documentos e "N" outros exemplos da nossa mediocridade. Mediocridade que é minha, sua e de todos - só pra fixar: MINHA, SUA E DE TODOS (principalmente de quem não admite). A lei do "menor esforço"...

Entenda uma coisa o mundo perfeito existe sim! É só você aceitar essa porcaria de mundo que temos da forma como ele é, com mentiras, assaltos, estupros, crimes e mortes... Aceitando este "mundo perfeito", ai sim, podemos aceitar as pessoas como sendo perfeitas também. Esse mundo é assim, "imperfeito", justamente pra nos obrigar a amadurecer (ele mesmo, o mundo, esta em processo de evolução, esta amadurecendo com os nossos erros). Você se torna bom através das suas experiencias negativas, você passa por todas as dificuldades e com o tempo amadurece (ou não, isso é pessoal, é relativo, depende da experiencia e da pessoa... Mas creio que num determinado momento não tem jeito, você acaba amadurecendo, querendo ou não). 

"O bem deve ser escolha de quem já conhece o mal, só assim terá valor real. Quem nunca foi mal, nunca andou no caminho da maldade não serve pra ser do bem, é apenas um inocente e a inocência não acrescenta em nada" - Antonio Carvalho Filho

Vale dizer que entre os grandes iluminados que passaram por aqui, muitos deles levaram uma vida desregrada, se prendendo aos vícios, ao sexo, a prepotência, a arrogância, a antipatia, a comilança, entre outros apegos materiais, emocionais e mentais (não citarei nomes pra não gerar polemica, vai que aquela pessoa que você tanto admira é uma dessas?  Sabemos que os grandes seres também erravam e erravam muito e quem tem sabedoria e erra, seu erro é bem mais grave que o de um ignorante, que isto fique claro). Pessoas "espiritualizadas" também comem, bebem, transam, sentem frio, calor, desejo, raiva, inveja, angustia, revolta e todas as sensações humanas e sabe por que? Porque são humanos! Elas precisam de apegos, sejam eles quais forem, senão não haveria razão para estarem aqui. 

Se um ser altamente espiritualizado não cria apego por um cigarro (por exemplo - apenas um exemplo) ela logo desencarna, ela morre e não cumpre a sua tarefa. O que nos mantem preso aqui são os apegos, que geram Karmas/Carmas que nos obriga a ficar aqui por determinado tempo até que sejam cumpridos (a não ser que este ser seja um um "top de linha", um Bodisatva, que já venceu os degraus da evolução e não se apegam a nada - tal como Jesus e Buda).

"Nem o bem, nem o mal, apenas o dever" - JHS. O que mais conta pra evolução é a experiencia em si e não o objeto. O bem e mal são conceitos humanos, no universo essas duas palhaçadas não existem.

Voltando ao inicio, pare de achar que há pessoas perfeitas, não. Não há! todos erram e/ou errarão e isso porque todos estão em continuo estado de amadurecimento (mesmo que não queira saber, mesmo que não perceba). Procuremos olhar os acertos e não os erros, é mais proveitoso!

Fraterno abraço!
Marcelo Montebras



Nenhum comentário:

Postar um comentário