segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

Historia Oculta do Natal e vida de Jesus - Adhemar Ramos


Por: Marcelo Montebras

Natal, 25 de Dezembro, época boa. Ganha-se presentes, come-se e bebe-se muito e como dizia o saudoso Feliz: "E piriri e Pororó". Nessa data também comemoramos o "Nascimento de Jesus Cristo" e temos a figura de Papai Noel como sendo o reapresentante principal... Opa, perai! 

O que temos de errado aqui? Aparentemente nada, mas se você estudar mais a respeito,  chegará a conclusão de que temos uma serie de "misturas" formadas por Roma e o Catolicismo a fim de ampliar o seu domínio. 

Catolicismo, é uma palavra que é derivada do grego "καθολικός" que significa "Universal". Sabemos da historia do catolicismo e seus interesses, então não se faz necessário contar isto aqui, já que nos tomaria tempo demais e nosso objetivo é ser objetivo. 

Pois bem, Roma a fim de ampliar e manter seu domínio agregou elementos de outras culturas, isto sambemos... 

Jesus Cristo, Jesus é nome, Cristo é adjetivo que significa ungido, iluminado (assim como Buda não é nome e sim adjetivo com o mesmo sentido - muita gente acredita que Jesus era seu nome e Cristo seu sobrenome). Jeoshua Ben Pandira, "O Filho do Homem" (significa filho da humanidade, aquele que veio pra ajudar a humanidade a se libertar de sua ignorância  ele não veio pra salvar ninguém, ninguém salva ninguém de nada, quanta ilusão, ele filho do homem e não "unico filho de Deus" como a igreja prega) nasceu em Fevereiro e não em Dezembro. Era rico, tal como Sidharta Gautama (o Buda), pois José, seu pai, era marceneiro e isto era profissão nobre para a época, logo ganhava-se muito dinheiro com ela, a historia do voto de pobreza é apenas farsa montada pela igreja católica pra persuadir o povo a entregar seu dinheiro a igreja. O Natal por exemplo, era uma data que já existia muito antes do nascimento de Jesus, era comemorada no solstício de inverno, no hemisfério norte em Dezembro, por vários povos antigos e celebrava-se a fartura da colheita, com muita comilança e entrega de presentes. Já a figura Papai Noel, ao que parece, tem origem em São Nicolau (padroeiro das crianças em alguns países), a ele são atribuídos milagres, ações sociais e filantropia. É verdade que a Coca-Cola impulsionou a figura de Papai Noel ao estrelato em uma campanha publicitária lá pelos anos 30 se não me engano. 

Hoje o Natal, esse aglomerado de datas festivas e religiosas (menos religiosa e mais festiva é verdade), já é parte da cultura global (Globalização - Cultura Pop). Se você for na China (Comunismo - o irmão gêmeo do fascismo), na Índia (predominância Hindu), no Japão (Xintoísmo e Budismo), até mesmo em Cuba (Socialismo) temos a comemoração do Natal, ao que parece até mesmo os Judeus comemoram o Natal (e me refiro a este Natal Pop, com direito a aniversario de Jesus e Papai Noel). Logo, mesmo ele sendo algo armado, marqueteiro e capitalista, não significa que não deva ser comemorado. Maldade seria dizer a uma criança que Papai Noel não existe! 

Sendo assim, celebremos o Natal.
Feliz Natal a todos e um Fraterno Abraço! 

Abaixo segue a série de Videos do Profº Adhemar Ramos (Ele aliás, foi um grande estudioso de História, Mitologia, Ciências, Religião e da Teosofia. Um grande Ocultista) falando sobre o Natal e Sobre a Vida Oculta de Jesus Cristo.  

Adhemar Ramos - Natal e Carnaval

A Historia Oculta de Jesus Cristo 
Adhemar Ramos com Fredi Jon e Carlos Torres

A Historia Oculta - Falha Nossa
Adhemar Ramos com Fredi Jon e Carlos Torres



Um comentário: