terça-feira, 30 de outubro de 2012

Isaac Newton - Arquivo Confidencial


Por: Marcelo Montebras

Deixo aqui um mini-documentário do NatGeo sobre a vida de  Isaac Newton. 

Newton foi um importante cientista, matemático, físico, teólogo, alquimista e ocultista. Ele pertenceu a Ordem Rosacruz Amorc (Antiga e Mistica Ordem Rosa Cruz - A própria reivindica isto, e você pode ver no e-book "O Domínio da Vida", fornecido gratuitamente pra download no site da ordem, há uma menção a Issac Newton como pertencente a esta ordem - Link: O Domínio da Vida). Alguns também afirmam que ele foi Maçom e outros que não foi nenhum e nem outro, pois era protestante. Bem, sabemos que não há incompatibilidade entre as ordens, podendo um membro pertencer a várias delas ao mesmo tempo, também a questão do protestantismo não influencia, pois nestas ordens também há padres (catolicismo) e pastores evangélicos (protestantismo), entre outros membros de outras religiões,  já que não há nenhum tipo de discriminação. 

Segue o Documentário.



Arquivo Confidencial - Isaac Newton 
 

Isaac Newton, renomado matemático e cientista do século XVII, é o homem que explicou a gravidade. Surpreendentemente, seus avanços na ciência podem ter tido menos importância para ele do que seu extenso trabalho sobre alquimia e suas excêntricas crenças religiosas. Uma análise profunda das escrituras de Isaac Newton modifica a imagem do cientista lógico e racional cuja mente brilhante mudou a física para sempre. Newton é revelado como uma pessoa reservada, paranóica e obsessiva que passou boa parte da vida tentando quebrar os códigos da Bíblia e em busca da pedra filosofal. Um psiquiatra da atualidade sugere que este homem, obcecado pelos menores detalhes de tudo aquilo que tocava, demonstra um caso clássico de Síndrome de Asperger.


Biografia - Wikipedia

Sir Isaac Newton (Woolsthorpe-by-Colsterworth, 4 de janeiro de 1643 (no calendário Gregoriano) — Londres, 31 de março de 1727) foi um cientista inglês, mais reconhecido como físico e matemático, embora tenha sido também astrônomo, alquimista, filósofo natural e teólogo.

Sua obra, Philosophiae Naturalis Principia Mathematica, é considerada uma das mais influentes na história da ciência. Publicada em 1687, esta obra descreve a lei da gravitação universal e as três leis de Newton, que fundamentaram a mecânica clássica.

Ao demonstrar a consistência que havia entre o sistema por si idealizado e as leis de Kepler do movimento dos planetas, foi o primeiro a demonstrar que os movimentos de objetos, tanto na Terra como em outros corpos celestes, são governados pelo mesmo conjunto de leis naturais. O poder unificador e profético de suas leis era centrado na revolução científica, no avanço do heliocentrismo e na difundida noção de que a investigação racional pode revelar o funcionamento mais intrínseco da natureza.
Em uma pesquisa promovida pela Royal Society, Newton foi considerado o cientista que causou maior impacto na história da ciência. De personalidade sóbria, fechada e solitária, para ele, a função da ciência era descobrir leis universais e enunciá-las de forma precisa e racional.

O movimento Rosa-cruz

A sociedade secreta rosa-cruz, foi possivelmente a que maior influência exerceu sobre Newton. Apesar de o movimento rosa-cruz ter causado uma grande curiosidade entre os acadêmicos europeus durante o século XVII, à época de Newton já havia atingido a maturidade e se tornara algo menos sensacionalista. O movimento teve uma profunda influência sobre Newton, particularmente nas pesquisas sobre alquimia e filosofia.
A crença rosa-cruz de serem especialmente escolhidos para comunicarem-se com os anjos ou espíritos ecoa nas crenças proféticas de Newton. Os rosa-cruzes proclamavam também ter a habilidade de viver para sempre usando o elixir vitae e a habilidade de produzir um sem limite de quantidade de ouro a partir do uso da pedra filosofal, a qual diziam possuir. Tal como Newton, os rosa-cruzes foram profundamente filósofos místicos, declaradamente cristãos e altamente politizados. Newton teve muito interesse nas pesquisas sobre alquimia, mas também nos ensinamentos esotéricos antigos e na crença em indivíduos iluminados com a habilidade de conhecer a natureza, o universo e o reino espiritual.[15]
Ao morrer, a biblioteca de Newton apresentava 169 livros sobre o tópico da alquimia, e acreditava-se que teria consideravelmente mais livros durante os anos de formação em Cambridge, embora possivelmente os tenha vendido antes de mudar-se para Londres em 1696.

Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Isaac_Newton





"O Domínio da Vida"
AMORC



Nenhum comentário:

Postar um comentário